Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

CONSERVANTES E ADITIVOS NATURAIS MAIS UTILIZADOS NO SETOR ALIMENTÍCIO

A adição de conservantes aos alimentos no mundo moderno é crucial para a preservação das características, como sabor e aparência, bem como seu valor nutritivo. Podem-se separar esses conservantes em basicamente duas classes: naturais e artificiais.

Os mais utilizados pela indústria alimentícia são os conservantes artificiais, visto que são mais eficazes contra uma gama maior de microbianos e conseguem preservar o produto por mais tempo. Entretanto, a principal desvantagem do uso desses conservantes está relacionada ao efeito negativo ao consumidor, já que existem diversos estudos relacionando esses compostos a reações alérgicas, tosse, azia e até casos mais graves, como câncer.  

Diante disso, os conservantes naturais podem ser uma excelente opção para preservar e aumentar a vida útil dos alimentos, sem que o consumidor tenha que ficar preocupado com alguma reação negativa em seu corpo.

 Tipos de conservantes

Antioxidantes: Impedem a oxidação do alimento. O ácido ascórbico, ou Vitamina C, é comumente utilizado em alimentos como antioxidante.

Antimicrobianos: Inibem o crescimento e destroem microrganismos que possam alterar a qualidade do produto.

Inibidores de enzimas: Atuam diretamente em enzimas impedindo que elas acelerem o processo de deterioração.

Conservantes naturais mais utilizados

Há conservantes que são encontrados facilmente em supermercados e lojas de produtos naturais, os quais são:

  • Vinagre 
  • Limão  
  • Sal 
  • Açúcar  
  • Alho    
  • Cravo-da-índia 
  • Orégano

Já os conservantes utilizados pela indústria alimentícia são:

  • Sorbato de potássio
  • Nitritos de sódio/potássio 
  • Ácido láctico
  • Vitamina C

Por que utilizar os conservantes naturais?

Os produtos que possuem apenas aditivos naturais em sua composição podem afirmar no rótulo que o produto é totalmente natural. Produtos que possuem definições como produto orgânico ou produto natural são bem atrativos para o consumidor que deseja evitar o consumo de aditivos químicos. Constantemente, entregam aroma natural aos alimentos, além de apresentarem um custo mais baixo. Contudo, esses conservantes não atingem todas as bactérias e fungos, e podem ter sua potência variada de lote em lote, exigindo então concentrações elevadas nas formulações, podendo interferir no sabor, consistência ou aroma. 

Confira outros textos sobre temas como esse em nosso blog!

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: