SAIBA COMO EVITAR PERDAS NAS INDÚSTRIAS

No Brasil, assim como no mundo, a perda de alimentos por ano apresenta altos índices, que representam não somente fatores econômicos, mas também indicadores sociais e ambientais. Nesse sentido, podemos apontar 3 principais fatores relacionados a esse problema:

  • Fator econômico

Podemos salientar a perda financeira de muitos empreendedores com os desperdícios. 

  • Fator social 

Pode ser observado ao analisar o número da fome cada vez maior no país, onde há pessoas com acúmulo de alimentos e outros sem o mínimo necessário. Conforme a notícia do UOL, 33,1 milhões de brasileiros se encontram na situação de insegurança alimentar no Brasil. 

  • Fator ambiental 

Esse aspecto leva-nos ao questionamento sobre como e onde estão sendo descartados esses alimentos e bebidas. 

A indústria passou por avanços tecnológicos ao longo dos tempos por meio da otimização de seus processos. Em outro texto do blog, falamos sobre a importância de conhecer as etapas de produção de alimentos e bebidas, para que não haja problemas como a perda dos produtos. Diante disso, conhecer essas etapas industriais pode permitir uma análise detalhada, levando à melhoria e adaptação de processos e, por conseguinte, evitando desperdícios de matéria prima, gastos com a produção no geral e do produto final.

Outro fator que pode contribuir na solução desse problema é o monitoramento constante das produções, do mercado e estoque. Uma vez que cada um desses fatores está em desacordo, todo o resultado da produção sofre impactos. Em uma situação de alta produção, com poucos compradores no mercado, é previsível um estoque estagnado e, com isso, um número elevado de perdas. Esse fato é agravado quando apresentado na indústria alimentícia que, além dos impactos ambientais do descarte e dos gastos da produção, gera impactos sociais de reflexos diretos nos índices de fome e de pobreza alimentar.

É importante ressaltar que, para que haja um monitoramento dos pontos citados, pode-se contar com diferentes indicadores e instrumentos -sempre atualizados com novas demandas-, para que seja observado as capacidades produtivas das vendas, do estoque, dos valores, da qualificação da equipe e tudo que permeia o processo do início ao fim.

Como ferramentas que permitam e assegurem esse monitoramento, o empreendedor pode contar com:

  • O auxílio de softwares que apresentam indicadores analíticos; 
  • Uma equipe específica para análise e controle dessas perdas; 
  • Dentre outros. 

É válido salientar a necessidade de se ter conhecimento de todas as etapas de produção dos alimentos e/ou bebidas, já que essa deve sempre ser verificada e, caso necessário, modificada para que o número de perdas diminua. 

Dessa forma, é viável que o empreendedor procure uma consultoria para que tenha auxílio e direcionamento personalizado para melhorias do processo de fabricação, armazenamento e entrega do produto, com base em metodologias e conhecimentos especializados.

Confira outros textos sobre temas como esse em nosso blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: